Parabéns!

12/01/2016 às 13:00 | Assessoria CBF

Tetracampeão, Mauro Silva completa 48 anos

Créditos: Foto: AE

Símbolo de solidez e qualidade no meio-campo, Mauro Silva é um exemplo de atleta na Seleção Brasileira. Foi um dos pilares defensivos na conquista da Copa do Mundo de 1994 e nesta terça-feira (12) completa 48 anos.

Mauro da Silva Gomes, mais conhecido como Mauro Silva, nasceu em São Bernardo do Campo, em 1968. Aos 18 anos, iniciou sua carreira nas categorias de base do Guarani (SP), em 1986. Dois anos mais tarde, ingressou nos profissionais do clube paulista, tendo mais notoriedade no cenário nacional. Já no início da década de 90, Mauro Silva foi contratado pelo Bragantino, onde conquistou seu primeiro título como profissional: o Campeonato Paulista.

Em 1991, foi vice-campeão brasileiro, na final contra o São Paulo. Seus dois anos no Massa Bruta chamaram atenção da Europa, mais precisamente do Deportivo La Coruña, que o contratou em 1992. Foi o cão de guarda do meio campo do Dépor, já se firmando na equipe titular na primeira temporada. Sua identificação com o clube e a cidade o fizeram permanecer por mais 13 anos na equipe, se tornando ídolo no clube espanhol.

Sua trajetória com a Amarelinha começou em 1991, no amistoso contra a Argentina, que terminou empatado em 3 a 3. Conquistou a Copa da Amizade em 1992 e, dois anos mais tarde, alcançou a glória máxima com o Brasil. Foi titular e campeão da Copa do Mundo com a seleção, após 24 anos de espera, comandado por Carlos Alberto Parreira, atuando em todas as partidas do torneio. Também com a Canarinho, foi campeão da Copa América em 1997. Seu último jogo com a Seleção Brasileira foi em 5 de setembro de 2001, na derrota por 2 a 1 contra a Argentina, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002.

Mauro Silva acumula títulos individuais e coletivos em sua carreira. Pelo Deportivo La Coruña, foi campeão da Liga Espanhola (1999/00), bicampeão da Copa do Rei (1994/95, 2001/02) e tricampeão da Supercopa da Espanha (1995, 2000 e 2002). O ex-atleta também tem os prêmios de Bola de Ouro da Revista Placar, de 1991, e Bola de Prata da Revista Placar, em 1992. Na Espanha, conquistou o prêmio “Don Balon” de Melhor jogador na Liga Espanhola. Aposentou-se dos gramados em 2005.

Foi convidado por Dunga para integrar a comissão técnica da Seleção Brasileira nos dois primeiros amistosos do treinador, nos dias 5 e 9 de agosto de 2014, sendo auxiliar pontual da delegação. No ano seguinte, esteve presente com o Brasil na Copa América do Chile. Muitas histórias e uma grande trajetória com a Amarelinha, o que deixa seu nome eternizado na nossa Galeria dos Imortais. Parabéns, Mauro Silva! Parabéns, campeão!

Leia mais

Nossos patrocinadores