Alterações na Regra 2017/2018

10/11/2017 às 18:03 | Diretoria de Arbitragem

Esclarecimentos sobre as alterações na regra

Créditos: arbitragem

Ofício nº 169/CA-CBF/17                                                                                                                                                                                                          Rio de Janeiro, 06 de novembro de 2017.

De: Presidência da CA-CBF

Assunto: Esclarecimentos sobre alterações nas Regras de Futebol.

Prezados Senhores,

A CBF, por meio de sua Comissão, Escola e Departamento de Arbitragem, dirige-se às federações, clubes, imprensa, público em geral e, principalmente, aos senhores árbitros, árbitros assistentes, analistas de desempenho de vídeo (ADV) e analistas de desempenho de campo (ADC) para divulgar os termos da Circular n. 11, de 25/09/2017, da International Football Association Board.

 

NOTA PRELIMINAR DA CBF

Embora seja claro, não é demasiado confirmar que a referida circular não é de alteração das regras, mas somente de esclarecimentos sobre as modificações ocorridas em março de 2017, tendo em vista que tais alterações geraram algumas distorções de interpretação.

Por consequência, os esclarecimentos ora prestados devem ser aplicados imediatamente.

 

Marcos Cabral Marinho de Moura

Presidente da CA-CBF

 

Circular nº 11

Zurich, 25 de septiembre de 2017

SEC/2017-C201/Bru

 

“ESCLARECIMENTOS SOBRE AS REGRAS DO JOGO 2017/2018”

 

Após as recentes reuniões de nosso subcomitê técnico e dos painéis consultivos técnicos e de futebol, a junta diretora da IFAB aprovou os seguintes esclarecimentos sobre as Regras do Jogo 2017/2018, que entram em vigor imediatamente:

 

MODIFICAÇÕES DAS REGRAS DO JOGO

 

Substituições

O número de substituições autorizadas para cada equipe é de, no máximo, cinco (05), exceto para jogadores jovens (categorias de base), nas quais o número máximo de substituições será estabelecido pelas federações nacionais, pelas confederações e pela FIFA.

Explicação

A modificação de 2017/2018 pretendia aumentar o número de substituições nessa categoria, porém, de maneira não intencional, reduziu o número de substituições que alguns países já praticavam. Com esta explicação fica permitido realizar mais de cinco (05) substituições nessa categoria.

 

REGRA Nº 4: EQUIPAMENTO DOS JOGADORES

Slogans, mensagens, imagens e publicidade.

A pauta adiante (que vigerá a partir de 2018/2019) tem objetivo de ajudar os organizadores de competições, as federações nacionais, as confederações e a FIFA a determinar tudo que pode ser mostrado nos equipamentos dos jogadores.

 

Princípios

. A Regra nº 4 se aplica a todo e qualquer equipamento ou vestuário dos jogadores, substitutos e jogadores substituídos. Esses princípios também se aplicam a todos os oficiais de equipes presentes nas áreas técnicas.

. Em geral se permite deixar visíveis os seguintes elementos:

- O número do jogador, seu nome, o escudo ou logotipo de sua equipe, slogans ou logotipos que fomentem o futebol, o respeito e a integridade, assim como a publicidade autorizada pelas regras das competições ou das federações nacionais, confederações ou FIFA;

- Os dados relativos à partida em disputa: equipes, data, competição, lugar onde acontecem.

- Os slogans, mensagens e imagens permitidas devem situar-se na parte frontal da camisa, mangas e bracelete.

- Em alguns casos, os slogans, a mensagens e a imagens só podem ser expostos no bracelete do capitão.

 

Interpretação das regras

Para decidir sobre a autorização de slogans, mensagens e imagens se deve ter em conta a regra 12 (Faltas e Incorreções), que estabelece que o árbitro adote medidas contra os jogadores:

- Que empreguem linguagem ou gestos ofensivos, injuriosos ou que visem a denegrir;

- Que gesticulem ou atuem de forma provocadora, vexatória ou desafiante.

Não se permite qualquer slogan, mensagem ou imagem que corresponda a uma dessas naturezas.

 

O caráter “religioso” e “pessoal” se define com relativa facilidade, porém o “político” é menos claro. Em qualquer caso, não se permitem slogans, mensagens ou imagens relacionadas com o seguinte:

- Pessoas – inclusive falecidas, a menos que formem parte do nome da competição oficial;

- Partidos, organizações, grupos etc., locais, regionais, nacionais ou internacionais;

- Governos locais, regionais, nacionais ou internacionais, ou qualquer de seus ministérios, instituições e funções;

- Organizações de caráter discriminatório;

- Organizações cujos fins ou atos possam resultar ofensivos para a maioria;

- Atos ou acontecimentos de caráter especificamente político.

 

Em comemoração a um acontecimento nacional ou internacional significativo, deve ser respeitada a sensibilidade e filosofia da equipe adversária e do público em geral.

 

As regras da competição podem conter outras restrições ou limitações, especialmente relativamente a tamanho, número e posição dos slogans, mensagens e imagens autorizadas. Recomenda-se que as controvérsias relativas a todos eles sejam resolvidas antes do início de uma partida ou competição.

 

REGRA Nº 11: IMPEDIMENTO

Para se determinar uma posição de impedimento deve ser considerado o primeiro ponto de contato com a bola.

 

Explicação

Esta definição é necessária porque o AAV (VAR) utiliza câmera lenta, que permite diferenciar de forma segura entre o primeiro e o último contato com a bola, quando um passe é feito.

 

REGRA Nº 12: FALTAS E INCORREÇÕES

Infração contra um companheiro de equipe (substituto ou membro do corpo técnico)

Se um jogador cometer uma infração contra um jogador, substituto ou membro do corpo técnico de sua própria equipe quando a bola estiver em jogo:

- Infração no campo de jogo: tiro livre direto ou tiro penal;

- Infração fora do campo de jogo: tiro livre indireto sobre o ponto mais próximo da linha demarcatória, se o árbitro paralisar o jogo para advertir (CA) ou expulsar (CV) o jogador.

 

 

Duas infrações simultâneas ou consecutivas

Quando forem cometidas duas infrações puníveis com Cartão Amarelo – CA (ainda que sejam em distância curta entre elas), o jogador deve ser punido duas vezes (dois Cartões Amarelos), por exemplo, se o jogador:

- Entrar no campo de jogo sem autorização do árbitro e der uma entrada temerária ou impedir um ataque prometedor, com falta de mão etc.

 

Tocar a bola com a mão

Lançar um objeto é uma infração que deve ser punida com tiro livre direto (essa ação não equivale a tocar a bola com a mão). Assim, se um goleiro lançar um objeto, que cause impacto na bola ou em um adversário, em sua própria área penal, deve ser punido com tiro penal e advertido (CA) ou expulso (CV).

GLOSSÁRIO

Passe

A bola é chutada quando entra em contato com o pé ou tornozelo de um jogador

 

Explicação:

Aqui, se especificam as partes do corpo utilizadas para chutar a bola (especialmente para passa-la para um goleiro etc.). Com as pernas, os joelhos ou qualquer outra parte do corpo se pode “jogar” a bola, o que é mais do que fazer um passe.

 

As Regras do jogo são uma ferramenta crucial para que o futebol, desde as categorias inferiores até as de elite, seja um esporte limpo, divertido e fácil de praticar por todos que desejem. A IFAB se esforçará para garantir que as Regras do jogo favoreçam e preservem a natureza, a igualdade e a integridade do futebol.

 

Obrigado por sua atenção. Em casos de dúvida ou perguntas, estamos sempre à inteira disposição.

 

Atenciosamente,

 

“IFAB”

Lukas Brud

Secretário

Anexos

Nossos patrocinadores