Irley e Valéria encerram ano como artilheiras

Empatadas com 10 gols marcados, as goleadores da Série A2 do Brasileiro Feminino 2017 foram Irley, do Pinheirense-PA, e Valéria, do Tirandentes-PI

Com dez gols, Irley foi artilheira da competição pelo Pinheirense-PA, campeão da Série A2 2017

Com dez gols, Irley foi artilheira da competição pelo Pinheirense-PA, campeão da Série A2 2017

Créditos: Raimundo Paccó/ALLSPORTS

Valéria comandou o ataque do Tiradentes-PI e também marcou dez gols na competição

Valéria comandou o ataque do Tiradentes-PI e também marcou dez gols na competição

Créditos: Benonias Cardoso/ALLSPORTS

No dia 26 de julho deste ano, o Pinheirense-PA foi o grande campeão da Série A2 do Campeonato Brasileiro Feminino. Além do título, o clube paraense também pode se orgulhar de ter tido a atacante Irley como artilheira da competição, ao lado de Valéria, do Tiradentes-PI, ambas com dez gols marcados.

Após a temporada vitoriosa pelo Pinheirense, Irley foi para o Paysandu, também do Pará, e comentou sobre ser artilheira da competição para o site da CBF.

– Representa e muito para mim. Foi bom para o meu currículo, ainda mais podendo ajudar minha equipe. Foi melhor ainda. Fico satisfeita em saber que estava executando bem minha função. Meu plano agora é continuar trabalhando forte para, que sabe, ter oportunidades em grandes equipe como estou tendo no Paysandu. Mas sair do Estado para executar meu trabalho e ajudar outras equipes seria muito bom e gratificante também – disse a atacante.

Para chegar à artilharia, Irley disputou 11 jogos pelo Pinheirense e contou sobre seu gol mais marcante.

– O gol mais bonito para mim foi o do primeiro jogo da final, que nos deu a vantagem de poder conquistar o título – lembrou a atacante, que marcou de pênalti aos 11 minutos do segundo tempo na vitória por 2 a 1 sobre a Portuguesa-SP, no Canindé. No confronto de volta, na Curuzu, a Lusa venceu por 1 a 0, mas a vantagem do gol fora de casa deu o título ao Pinheirense.

Artilheira pelo Tiradentes-PI, Valéria não poderia ter tido um ano melhor. A jogadora comandou o ataque das Tigresas até as semifinais da Série A2, marcando dez gols em nove jogos. Aos 19 anos, a atacante se destacou na temporada e está cotada para defender  Seleção Brasileira Sub-20 no Sul-Americano da categoria, que será disputado em janeiro de 2018, no Equador.

– Acho que (ser artilheira) é por esse motivo estou hoje na Seleção Sub-20. Trabalhei muito para estar aqui hoje e esse campeonato brasileiro me abriu portas para muita coisa. Agora é trabalhar mais, focar no objetivo de chegar ao Sul-Americano e alcançar a vaga para o Mundial – disse a jovem atacante.

PATROCINADORES